Páginas

31 março 2017

Temperos que substituem o sal na hora de preparar os Alimentos


O termo “sem sal” é utilizado como sinônimo de algo sem sabor, sem graça. Mas a verdade é que, apesar de ser o responsável por conferir sabor aos alimentos, o sal de cozinha é uma grande fonte de sódio, item que, em excesso, pode causar problemas à saúde, como retenção de líquido e até pressão alta. Por isso, se você quer cuidar do seu corpo e temperar seus pratos de forma mais saudável, confira outros temperos para você arrasar na cozinha de forma saborosa e saudável.

O alho vai deixar sua comida ainda mais saborosa:

 O alho ajuda a diminuir a pressão sanguínea e os níveis de colesterol. Esse tempero vai deixar sua comida bem mais saborosa e sem oferecer problemas para sua saúde. Se quiser uma mistura perfeita, junte o alho com a cebola, já que previnem várias doenças e deixa o sabor inacreditável.

Manjericão e suas ações antioxidantes excelentes para sua saúde :

Para temperar as sopas e carnes, invista no manjericão! O manjericão possui ação antioxidante e melhora o fluxo do seu sangue! Você sentirá um sabor incrível quando for consumir os seus alimentos e perceberá a diferença que ele fará na sua receita.


O gengibre é excelente para o funcionamento do sistema digestivo :

O gengibre geralmente é utilizado no preparo de chás e sucos, mas você pode temperar sopas e inclui-lo em pratos cozidos! Ele é bom para o funcionamento do sistema digestivo e é diurético, então, não perca tempo de utilizar esse tempero.


O orégano vai ficar maravilhoso na sua massa:

Uma simples pitada de orégano já tem o poder de deixar seu prato com mais sabor. Você pode aproveitá-lo na hora de preparar um prato de massa e até na sua salada! Ele ajuda na digestão e tem uma ótima ação anti-inflamatória.


Pimenta ajuda reduzir o colesterol no sangue

A pimenta é um dos condimentos mais populares que há, principalmente por dar uma aquecida em pratos deliciosos, especialmente os da culinária mexicana. Ela ajuda a melhorar o seu sistema imunológico, reduz o colesterol e ainda ajuda na circulação do sangue! Escolha sua pimenta favorita e use para temperar carnes, molhos e até frutos do mar.




27 março 2017

Curiosidades sobre o sono que talvez você não saiba

Por que os ursos panda são preto e branco?


Os mesmos pesquisadores que concluíram que as listas das zebras servem para evitar a picada das moscas constataram que os ursos panda –os únicos que não são monocromáticos– são de cor preta e branca para se camuflarem e se comunicarem. Um estudo publicado na revista Behavioral Ecology, realizado por pesquisadores da Universidade da Califórnia Davis e da Universidade do Estado da Califórnia, indica que a maior parte do corpo desses animais, como a cara, o pescoço e o quadril está coberta de branco para se esconderem com facilidade na neve. E os braços e as pernas são pretos porque isso os ajuda a se esconderem nas sombras da floresta.
"Entender por que o panda gigante tem esta cor é uma velha incógnita que não havia sido possível desvendar até agora porque, como nenhum outro mamífero tem essa aparência, não se podia fazer analogias”, explica Tim Caro, líder do estudo e pesquisador na Universidade Califórnia Davis, em um comunicado.
O que explica por que somente o panda tem essa cor é sua dieta especial, centrada no bambu. Trata-se de um alimento tão leve que esses ursos não conseguem suficiente energia para hibernar, e por isso se veem obrigados a caminhar tanto pela neve como nas sombras da floresta. As marcas escuras em sua cabeça, por sua vez, se relacionam com a comunicação. Os cientistas acreditam que as orelhas pretas contribuem para intimidar possíveis agressores e que as manchas escuras em torno dos olhos são como uma digital individual relacionada com seu reconhecimento.
Para chegar a esses resultados os pesquisadores estudaram cada animais –195 espécies carnívoras e 39 subespécies de ursos, com as quais está aparentado. Depois, vincularam as cores com diversas variáveis ecológicas, genéticas e de comportamento dos animais. A equipe de Caro não encontrou evidências de que o branco e o preto do panda sirva para regular sua temperatura (porque o branco reflete mais calor que o preto), tal como propunham outros cientistas. Sua conclusão é que a cor do panda é resultado de “um conjunto de funções que lhes permite se camuflarem em diferentes ambientes e se comunicarem por meio de traços faciais”.




Vacina contra o diabetes é anunciada oficialmente e mundo comemora

Com o aval da FDA, os testes da fase intermediária foram realizados em 150 pessoas adultas que estavam em estado avançado da #Doença. A vacina recebeu o nome de bacilo calmette-Guerin (BCG) e o anúncio de sua aprovação foi realizado no último domingo (19), na 75ª Sessões Científicas da Associação Americana de Diabetes. A Doutora Denise Faustman, principal responsável pelo estudo e diretora do Laboratório de Imunobiologia do Hospital Geral de Massachusetts, localizado no estado de Boston foi quem fez o comunicado para a sociedade.
A Doutora Denise explicou durante uma entrevista à Reuters que a vacina aumenta de forma temporária o nível de uma substancia chamada TNF – Fator de Necrose Tumoral, os níveis elevados desta substância eliminam do sangue as células que prejudicam os portadores do diabetes tipo 1.
A equipe responsável pela pesquisa descobriu durante um estudo preliminar que o uso de duas injeções de BCG administradas aos pacientes com quatro semanas de intervalo acabaram de forma temporária com as células que causam o diabetes.
Apesar do avanço positivo dos estudos, os especialistas precisam fazer testes em um grupo maior para avaliar com maior eficácia e de maneira segura a vacina. Além da necessidade de verificar o efeito deste tratamento em um prazo mais longo.

O Que é diabetes?

É uma síndrome que tem como característica o excesso de açúcar no sangue, pode ser ocasionada pela baixa produção de insulina no organismo ou incapacidade da insulina exercer suas funções nas células do corpo, resultando num alto índice de glicemia.

O que é insulina?

É um hormônio que o pâncreas libera e tem a função de controlar a glicemia do organismo, estimulando que o açúcar entre nas células para ser metabolizado. Se o corpo produz a insulina em quantidade necessária para o corpo, porém, não consegue agir de maneira adequada, indica que o organismo está com resistência à insulina, podendo ser indício da doença.
 Diabetes tipo 1: O sistema imunológico destrói as células do pâncreas responsáveis pela produção de insulina, causando o acumulo de glicose no sangue. Na maioria dos casos, atinge crianças e jovens, as pessoas diagnosticadas com esse tipo de diabetes devem tomar doses diárias de insulina.
– Diabetes tipo 2: O corpo produz insulina, mas sofre uma resistência a ela, fazendo com que não absorva energia suficiente. Seu diagnostico está ligado a vários fatores como sedentarismo, e também pode ser hereditária. Em geral atinge pessoas acima de 40 anos. A medicação nesse caso pode ser oral, quando a doença não é tratada de forma correta pode levar a pessoa ao coma e até a morte.

Alimentos que Ajudam a Prevenir a Diabetes

Uma dieta equilibrada ajudar a reduzir a taxa de açúcar no sangue, mas antes de tudo é importante ter um acompanhamento de um nutricionista para saber a quantidade certa de ingestão de alguns alimentos.
– Frutas: deve-se evitar as frutas que contém carboidratos e mais doces como:
  • Uva
  • Banana
  • Caqui
  • Figo
  • Frutas em caldas.
– Alimentos integrais: consuma alimentos integrais é uma excelente opção e ajudam na distribuição dos nutrientes presentes para o corpo. Entre os principais estão:
  • Aveia
  • Arroz
  • Granola
– Leguminosos: os leguminosos controlam o índice de . Os principais são:
  • Feijão
  • Ervilha
  • Lentilha
  • Grão de bico
  • Fava
  • Soja
– Vegetais: Os vegetais são parte importante no tratamento e também são ricos em fibras, além de auxiliar na prevenção de outras doenças. Os principais são:
  • Repolho
  • Couve
  • Rabanete
  • Agrião
  • Couve de Bruxelas
Além disso, prefira carnes de aves e peixe ao invés de carne vermelha. Substitua o açúcar pelo adoçante, no entanto, deve ser aqueles não calóricos, como a sacarina. Na preparação dos alimentos substitua o óleo por .