Páginas

31 janeiro 2016

Alho na Nossa Alimentação

O alho é usado como tempero nos mais diversos alimentos, com gosto e cheiro forte geralmente provoca também um hálito um pouco mais intenso e para muitas pessoas, desagradável. 
Mas, por que é que se fica com um pouco de mau hálito após ingerir alho? A culpa é de um dos quatro compostos voláteis no alho, o sulfeto de metil-alilo (que trabalha em conjunto com os três restantes: dialil dissulfeto, dissulfeto de metil-alilo e alilo mercaptana).
Contudo, o seu odor intenso e sabor persistente apenas acontece quando um dente de alho é partido ou amassado.
Embora o cozimento do alho diminua a intensidade do seu sabor – e do seu efeito no hálito – a verdade é que é muito difícil (para não dizer quase impossível) não ficar com ‘hálito de alho’ depois de o consumir, uma vez que assim que o alho é cortado, o sulfeto de metil-alilo é absorvido pela região gastrointestinal e, depois, entra na corrente sanguínea, sendo apenas expelido por alguns órgãos, como os rins, pulmões e pele (daí a dificuldade em tirar o cheiro de alho das mãos depois de o cortar).





Nenhum comentário:

Postar um comentário