Páginas

24 abril 2015

Vestido Pretinho reinou nos 50 Anos da Globo



Um vestido preto sugere sofisticação, poder e sensualidade. Um verdadeiro curinga no armário das mulheres. Ele exige uma linha simples e um corte perfeito, e não pode faltar um toque de humor.
O surgimento do que hoje chamamos de “pretinho básico” data de 1926, ano em que a revista Vogue publicou uma ilustração do vestido criado por Chanel.
Antes dos anos 1920, as jovens não podiam usar preto e as senhoras o vestiam apenas no período de luto.
Faz parte dos clássicos indispensáveis para uma mulher, da mesma forma que um par de jeans, formadores, bombas, ou para um homem o short e sua camisa branca típica. Ele se adapta a cada figura, cada modelo pode ser alongado ou encurtado, com ou sem mangas, com um decote profundo ou não.
Nos anos 1990 ele continuou sendo uma peça básica do guarda-roupa feminino, feito com os mais diversos tecidos, do modelo mais simples ao mais sofisticado, usado em todas as ocasiões e em todos os horários. Por tudo isso o vestido preto se tornou o grande clássico do guarda-roupa feminino, aquele que garante as duas características básicas ao mesmo tempo – simplicidade e elegância.






Um comentário:

  1. Amo muitooo vestidos pretos e as suas escolhas estão lindas!!
    Já seguindo o seu blog e convido você a conhecer o meu e se gostar inscreva-se!!

    www.amandaoliveirablog.com

    Beijos

    ResponderExcluir